MULTICULTURALISMO

SIGNOS E SIGNIFICADOS NA BUSCA PELA GARANTIA DA SUPERAÇÃO DAS DESIGUALDADES E RESPEITO À DIVERSIDADE E À DIFERENÇA

Autores

  • Maria Railma Alves UNIMONTES

Palavras-chave:

Identidade, Etnicidade, Multiculturalismo, Raça/cor

Resumo

O multiculturalismo crítico ou revolucionário tem sido acionado como instrumento da garantia de uma agenda política transformadora e que visa buscar o reconhecimento e os meios pelos quais “as representações de raça, etnicidade, classe, gênero, etc., são compreendidas como resultado de lutas sociais maiores, por signos e significados” (RYOO & MCLAREN, 2010, p.18). Nessa direção, o artigo intitulado de Multiculturalismo: signos e significados na busca pela garantia das desigualdades e respeito à diversidade e à diferença têm como objetivos refletir sobre o conceito de Multiculturalismo e suas representações na vida cotidiana e identificar qual o lugar o tema da raça tem ocupado nessa dinâmica. Mas não é apenas sobre o conceito de Multiculturalismo que se propõe aqui refletir. É, também, sobre os seus efeitos, na vida prática ou no mundo empírico, demarcados pela intolerância, preconceitos, racismo e outros tantos “males” verificados na contemporaneidade.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

ALVES, Maria Railma. Desigualdades educacionais: discriminação, estigma,

retraimento no contexto do ambiente escolar e das novas desigualdades

contemporâneas. Programa de Pós-graduação em Ciências Sociais (PPCIS) da

Universidade do Estado do Rio de Janeiro, 2016. 223 f.

APPIAH, Kwame Anthhony. O Código de Honra: como ocorrem as Revoluções

Morais. Trad. Denise Bottmann. São Paulo: Companhia das Letras, 2012.

________________________. Na Casa do Meu Pai: A África na Filosofia da Cultura.

Trad. Vera Ribeiro. Rio de Janeiro: Contraponto, 1997.

Borges, D. ., & Alves, M. R. Desigualdades e discriminações étnico-raciais. Revista

Argumentos, v.18 n.01 (2021). Dossiê.

https://www.periodicos.unimontes.br/index.php/argumentos/article/view/3830

HALL, Stuart. A Questão Multicultural. In: Da Diáspora – Identidades e Mediações

Culturais. Belo Horizonte: UFMG/Humanas, 2011.

JACCOUD, Luciana; BEGHIN, Nathalie. Desigualdades raciais no Brasil: um

balanço da intervenção governamental. Brasília: Instituto de Pesquisa Econômica

Aplicada, 2002.

SILVA, Vinicius Baptista da . Dicionário Trabalho, Educação e Condição Docente.

Gestrado – Belo Horizonte: UFMG, 2010.

RYOO, Jean; MCLAREN, Peter. Multiculturalismo. In: Dicionário Trabalho,

Educação e Condição Docente. Gestrado – UFMG, 2010.

THERBORN, Goran. Os Campos de Extermínio da Desigualdade. Tradução: Fernando

Kugitsky.Novos Estudos 87/Julho de 2010.

________. “Inequalities and Latin America. From the Enlightenment to the 21st

Century“, desiguALdades.net Working Paper Series, Nr. 1, Berlin:desiguALdades.net

Research Network on Interdependent Inequalities in Latin America, 2011.

WERNECK, Jurema. Racismo institucional: uma abordagem conceitual. Brasília: ONU

Mulheres, 2013. p. 1-55.

Downloads

Publicado

2022-08-08

Como Citar

Alves, M. R. (2022). MULTICULTURALISMO: SIGNOS E SIGNIFICADOS NA BUSCA PELA GARANTIA DA SUPERAÇÃO DAS DESIGUALDADES E RESPEITO À DIVERSIDADE E À DIFERENÇA. Revista Serviço Social Em Perspectiva, 6(Especial), 653–664. Recuperado de https://www.periodicos.unimontes.br/index.php/sesoperspectiva/article/view/5654

Edição

Seção

Mesa Coordenada Temática - Gênero, Raça e Classe: Convergências na Produção e Reprodução das Desigualdades