ABORDAGENS SOBRE FAMÍLIAS PARA A ATUAÇÃO DO ASSISTENTE SOCIAL

Autores

  • Leni Maria Pereira Silva Universidade Estadual de Montes Claros - UNIMONTES
  • Leonardo David Rosa Reis PUC São Paulo

Palavras-chave:

Abordagem, Familismo, Atuação profissional

Resumo

O presente artigo traz análises acerca das abordagens sobre famílias. A família entra para agenda de estudos a partir do século XX, especialmente a partir da concepção idealista de família e sob um modelo pluralista de intervençaõ estatal. A construção do conceito de familismo é tratado numa perspectiva de responsabilização das famílias acreca do provimento e do cuidado dos seus. Trata-se de um estudo qualitativo que se apropira da pesquisa bibliográfica para analisar as abordagens realizadas acerca das famílias de modo a contribuir no processo de apreensão das/os assistentes sociais no âmbito da autação profissional. Considera-se que outra forma de apreensão e interevenção junto à famílias é possivel para o assistente social a partir do seu aporte teórico-metodológico.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Leni Maria Pereira Silva, Universidade Estadual de Montes Claros - UNIMONTES

Assistente Social. Professora do curso de Serviço Social Unimontes. Doutora em Ciências Sociais/UERJ.

Leonardo David Rosa Reis, PUC São Paulo

Assistente Social. Servidor Público da PBH/MG. Doutorando em Serviço Social PUC/SP.

Referências

GUERRA, Yolanda. Direitos Sociais e Sociedade de Classes: o Discurso do Direito a Ter Direitos. In: FORTI, Valeria; GUERRA, Yolanda. (Org.) Ética e direitos: ensaios críticos. (Coletânea Nova de Serviço Social) 3ª.ed. – Rio de Janeiro: Lumen Juris, 2011.

MIOTO, Regina Célia Tamaso. Família, trabalho com famílias e Serviço Social. Serv. Soc. Rev., Londrina, v. 12, n.2, p. 163-176, jan./jun. 2010.

________________________. Política social e trabalho familiar: questões emergentes no debate contemporâneo. Serv. Soc. Soc., São Paulo, n. 124, p. 699-720, out./dez. 2015.

________________________. Família e proteção social: intervenções profissionais contemporâneas?. In: TEIXEIRA, Solange Maria. Trabalho com famílias no âmbito das políticas públicas. Campinas: Papel Social, 2018.

PEREIRA, Potyara. A.P.. Mudanças estruturais, política social e papel da família: crítica ao pluralismo de bem-estar. In: MIONE, Apolinário; MATOS, Maurilio Castro de Leal, Maria Cristina (Orgs). Política social, família e juventude: uma questão de direitos. 2. ed. São Paulo: Cortez,2006.

SZYMANSKI,Heloisa.Teoriae“teorias”defamília.In:Famíliacontemporâneaemdebate.SãoPaulo: Cortez,2003.(23-29)

SARACENO, Chiara. Sociologia da família. Rio de Janeiro: Artes Gráficas,1997.

SUNKEL, Guilhermo. El papel de La família em La protección social em América Latina. Série CEPAL 120. Santiago de Chile, 2006.

TEIXEIRA, Solange Maria. Trabalho social com famílias na Política de Assistência Social: elementos para sua reconstrução em bases críticas.Serviço Social em Revista (Impresso), v. v.13, 2010.

___________________. Trabalho social com família: fundamentos históricos, teórico-metodológicos e técnico-operativos. Teresina: EDUFPI, 2017.

____________________. Fundamentos teórico-metodológico do trabalho social com famílias. In: TEIXEIRA, Solange Maria. Trabalho com famílias no âmbito das políticas públicas. Campinas: Papel Social, 2018.

WANDERLEY, Mariangela Belfiore. Políticas públicas e trabalho social: polêmicas em debate. In: ARREGUI, C.C.; BLANES, D.N. (Org.) Metodologias do trabalho social. São Paulo: IEE/PUC-SP, 2008.

Downloads

Publicado

2022-08-08

Como Citar

Maria Pereira Silva, L., & David Rosa Reis, L. (2022). ABORDAGENS SOBRE FAMÍLIAS PARA A ATUAÇÃO DO ASSISTENTE SOCIAL. Revista Serviço Social Em Perspectiva, 6(Especial), 113–126. Recuperado de https://www.periodicos.unimontes.br/index.php/sesoperspectiva/article/view/5610

Edição

Seção

Comunicação Oral - Serviço Social, Trabalho e Formação