O SERVIÇO SOCIAL E O DEBATE SOBRE TEMPO, HISTÓRIA E MEMÓRIA.

Autores

  • Juliana Viana Ford

Palavras-chave:

Tempo, História, Memória, Serviço Social

Resumo

Esse texto expõe um questionamento sobre a abordagem do tempo, da história e da
memória pelo Serviço Social na análise da dinâmica das forças sociais que
compõem a realidade. O objetivo é retomar conceitos utilizados para fazer a crítica
das estruturas sociais percebendo-os como construções culturais, socioeconômicas
e político-ideológicas cujos sentidos variam conforme o lugar, a época e a classe
que os elabora, de modo que uns se sobrepõem aos outros. Então, com qual
entendimento de tempo, de história e de memória trabalha o Serviço Social?
François Hartog contribui para problematizar as formas dominantes desses
conceitos na contemporaneidade, e através do ensaísta Walter Benjamin propomos
um exercício de reflexão sobre o sentido revolucionário de tais categorias.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

ABREU, R. Memória social: itinerários poético-conceituais. In: Revista Morpheus
(edição especial) v. 9, n. 15 – Rio de Janeiro : Híbrida, 2016.
BENJAMIN, W. Sobre o conceito da História. In: Walter Benjamin o anjo da
história. Belo Horizonte : Autêntica Editora, 2012.
_____________. Experiência e pobreza. In: Documentos de cultura, documentos
de barbárie: escritos escolhidos – São Paulo : Cultrix : Editora da Universidade de
São Paulo, 1986, p. 195 – 198.
HARTOG, F. Experiências do tempo: da história universal à história global? In:
História, histórias. Brasília, vol.1, n. 1, 2013. Disponível em:
<http://periodicos.unb.br/index.php/hh/issue/view/837>. Acesso em 13 de setembro
de 2017.
__________. Time, History and Writing of History: the order of time. Conferência
pronunciada em Stocolmo em 1996 (KVHAA Konferenser 37: 95-113 Stockholm
1996). Disponível em:
<https://pos.historia.ufg.br/up/113/o/Fran%C3%A7ois_Hartog_-
_Regime_de_Historicidade_%281%29.pdf>. Acesso em 23 de agosto de 2017.
__________. Regimes de historicidade: presentismo e experiências do tempo.
Belo Horizonte : Autêntica Editora, 2015.
__________. Tempo e patrimônio. In: Varia história – Belo Horizonte, vol. 22, n. 36,
p. 261-273, Jul/Dez 2006. Disponível em:
<http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0104-
87752006000200002&lng=pt&nrm=iso>. Acesso em 20 de setembro de 2017.
LÖWY, M. Walter Benjamin: Aviso de incêndio. Um leitura das teses “Sobre o
conceito de história” - São Paulo, Boitempo, 2005.
MARX, K. O Capital: crítica da economia política. livro I, vol. 1 - 29 ed. Rio de
Janeiro/RJ :
Civilização Brasileira, 2011.
MENEGAT, M. O fim da gestão da barbárie. Disponível em:
<https://arlindenor.com/2016/01/06/o-fim-da-gestao-da-barbarie-marildo-menegat/>.
Acesso em: 26/02/2018.

Downloads

Publicado

2020-04-03

Como Citar

Viana Ford, J. . (2020). O SERVIÇO SOCIAL E O DEBATE SOBRE TEMPO, HISTÓRIA E MEMÓRIA. Revista Serviço Social Em Perspectiva, 2(Especial), 134-146. Recuperado de https://www.periodicos.unimontes.br/index.php/sesoperspectiva/article/view/1761

Edição

Seção

Comunicação Oral - Serviço Social, Trabalho e Formação