O PAPEL DA MULHER NA DIVISÃO SEXUAL E SOCIAL DO TRABALHO

Autores

  • Paola OLIVEIRA, Antunes
  • Marcielly Mendes RODRIGUES

Palavras-chave:

Mulher, Trabalho, Gênero, Serviço Social

Resumo

Esse artigo tem como objetivo analisar o papel da mulher na divisão sexual e social
do trabalho, compreendendo que ainda existe uma divisão sexista que separa
homens e mulheres no trabalho. O papel da mulher na história da sociedade sempre
foi pré-determinado. Ela era o sexo frágil, o homem saia de casa para trabalhar e a
mulher ficava responsável pelos serviços domésticos. Com o passar do tempo, a
mulher foi conquistando o seu espaço de direitos em todas as dimensões. Será feito
um resgate mostrando como através do movimento feminista, e a conquista em
todos os espaços, a mulher foi se empoderando e buscando conquistar cada vez
mais o seu espaço na divisão do trabalho posto que além dessa divisão produzir as
desigualdades entre o gênero, e a mulher ainda vive em uma sociedade
historicamente machista.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

ANTUNES, Ricardo. Os sentidos do trabalho: ensaio sobre a afirmação e a
negação do trabalho. 7° edição. São Paulo, Boitempo, 2007.
ASSIS, ROSIANE HERNANDES DE. A inserção da mulher no mercado de
trabalho. Disponivel em: < http://www.convibra.org/2009/artigos/140_0.pdf> Acesso
em 08 de março de 2018
BRASIL. Constituição da República Federativa do Brasil (1988). Promulgada em 05
de outubro de 1988. Disponível em:
http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/constituicao.htm Acessado em 14 de abril de
2017
CHAUÍ, Marilene. Convite à Filosofia. São Paulo: Ática, 2000
CISNE, Mirla. Gênero, divisão sexual do trabalho e serviço social/ Mirla Cisne –
2° Ed. São Paulo: outras expressões, 2015. 152 p.
GURGEL, Telma. Feminismo e luta de classe: história, movimento e desafios
teórico-políticos do feminismo na contemporaneidade. Disponível em
<http://www.mulheresprogressistas.org/AudioVideo/FEMINISMO%20E%20LUTA%2
0DE%20CLASSE.pdf> Acesso em 26 de janeiro de 2018.
HIRATA, Helena, KERGOAT, Daniéle. Novas configurações da divisão sexual do
trabalho. Disponível em <http://scielo.br/pdf/cp/v37n132/a0537132> Acesso em 26
de janeiro de 2018.
IAMAMOTO, Marilda Villela. O Serviço Social na Contemporaneidade. Disponível
em: < https://wandersoncmagalhaes.files.wordpress.com/2013/07/livro-o-servicosocial-na-contemporaneidade-marilda-iamamoto.pdf> Acesso em 06 de março de
2017
INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATISTICA – IBGE – Disponível
em:<https://www.ibge.gov.br/home/estatistica/indicadores/trabalhoerendimento/pme_
nova/Mulher_Mercado_Trabalho_Perg_Resp_2012.pdf> Acessado em 14 de abril de
2017
INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATISTICA – IBGE – Disponível
em: <https://biblioteca.ibge.gov.br/visualizacao/livros/liv88941.pdf> págs. 104-107
Acesso em 07 de março 2018
LEAL, Caroline Maria. Divisão sexual e social do trabalho: Reprodução das
desigualdades de gênero? Disponível em:
<http://www.joinpp.ufma.br/jornadas/joinpp2011/CdVjornada/JORNADA_EIXO_2011/
QUESTOES_DE_GENERO_ETNIA_E_GERACAO/DIVISAO_SEXUAL_E_SOCIAL_
DO_TRABALHO_REPRODUCAO_DAS_DESIGUALDADES_DE_GENERO.pdf >
Acessado em 14 de abril de 2017
PINTO, Celi Regina jardim. Feminismo, história e poder. Disponível em:<
http://www.scielo.br/pdf/rsocp/v18n36/03.pdf> Acessado em 15 de abril de 2017
SOUSA. L.P. D, GUEDES, D.R. A desigual divisão sexual do trabalho: um olhar
sobre a última década. Disponível em:< http://www.scielo.br/scielo.
php?script=sci_arttext&pid=S0103-40142016000200123> Acessado em 14 de abril
de 2017
TEIXEIRA, M. ALVES, M.E.R. Feminismo, gênero e sexualidade: desafios para o
serviço social. Marlene Teixeira, Maria Elaine Rodrigues Alves (organizadoras) –
Brasília: Editorial Abaré, 2015.

Downloads

Publicado

2020-03-27

Como Citar

OLIVEIRA, Antunes, P. ., & RODRIGUES, . M. M. (2020). O PAPEL DA MULHER NA DIVISÃO SEXUAL E SOCIAL DO TRABALHO. Revista Serviço Social Em Perspectiva, 2(Especial), 45-58. Recuperado de https://www.periodicos.unimontes.br/index.php/sesoperspectiva/article/view/1609

Edição

Seção

Comunicação Oral - Direitos Humanos, Ética e Serviço Social