PROCESSO DECISÓRIO EM POLÍTICAS PÚBLICAS: O CASO DA CONTRA REFORMA DA PREVIDÊNCIA

Autores

  • Janikelle Bessa Oliveira Bessa Oliveira

Palavras-chave:

Reforma da Previdência, Política Pública, Decisão, Neoliberalismo

Resumo

Lindblom (1980) em sua obra “O processo de decisão política”, defende que os
discursos técnicos são utilizados como instrumentos de legitimação para a decisão
política, e ainda, apresenta um cenário de que quando há duas vertentes técnicas
contraditórias sobre um determinado tema, a decisão é política. Essa discussão do
processo decisório pode ser alocada na polêmica reforma da previdência (PEC 287-
16) em que a divulgação e defesa governamental centra-se na indubitável
necessidade de reforma da política de previdência sob o argumento técnico do
déficit; em contradição ao discurso também técnico de que a previdência não passa
por déficit, mas antes tem seu orçamento calculado fora das prerrogativas da
seguridade social. No computo da guerra de discursos tecnicistas fica claro que a
decisão não está pautada em uma analise consensual, se consolidando no campo
da decisão política direcionada pelas necessidades neoliberais do mercado. E
através da influencia neoliberal da reforma, acaba por desconsiderar o principio de
democracia social e de pactuação de um Estado voltado aos interesses da
sociedade.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

ANDERSON, Perry. Balanço do neoliberalismo. In: SADER, Emir (Org.). Pósneoliberalismo: as políticas sociais e o Estado democrático. 8. ed. São Paulo: Paz e
Terra, 2012.
BACHARACH, S. B. e BARATZ, M. S. Poder e Decisão. Reproduzido de
"Decision and Nondecision: An Analytical Framework". Americam Political Science
Review. V. 58, n.3, pp.632-642, 1963.
BEHRING, Elaine Rosseti e BOSCHETTI, Ivanete. Política Social: Fundamentos e
Historia. 3.ed. Biblioteca Básica do Serviço Social, v.2, São Paulo: Cortez, 2007.
BEHRING, Elaine Rossetti. Politica social no capitalismo o tardio. 5. ed. São
Paulo: Cortez, 2011.
BORÓN, Atilion. A sociedade civil depois do dilúvio neoliberal. In: SADER, Emir
(Org.). Pós-neoliberalismo: as políticas sociais e o Estado democrático. 8. ed. São
Paulo: Paz e Terra, 2012.
CAPELLA, Ana Claudia N. Perspectivas teóricas sobre o processo de
formulação de políticas públicas In: HOCHMAN, Gilberto; ARRETCHE, Marta;
MARQUES, Eduardo (org). Políticas Públicas no Brasil. Rio de Janeiro: Editora
FIOCRUZ, 2007.
CRESWELL, John W. Pesquisa de métodos mistos. Porto Alegre: Penso, 2ed.
2013.
DROR, Y. Muddling through - science or inertia. Public Administration Review, 24,
1964.
ESPING-ANDERSEN, Gosta. As três economias políticas do Welfare State. Lua
Nova, São Paulo , n. 24, p. 85-116, Sept. 1991 .
ETZIONI, A. Mixed-Scanning: Uma Terceira Abordagem em Tomada de Decisão.
Public Administration Review. V. 27, n. 5, pp. 385-392, 1967. Tradução do Prof.
Francisco G. Heidemann (NAPPO/CPGA/UFSC).
GARCIA, R. C. (2000). A reorganização do processo de planejamento do
governo federal: O
PPA 2000-2003. Texto para Discussão IPEA n. 726
HAM, Cristopher; HILL Michael.The policy process in the modern capitalist
state.Londres, 1993.
HILL, M. New agendas in the study of the policy process. Harvester Wheatsheaf,
Great Britain, 1993.
JONES, L. R. Wildavsky on budget reform. Policy Sciences, 29, pp 227-234, 1996.
LINDBLOM, C. E. O processo de Decisão Política. Brasília: UnB, 1980.
LOURENCO, Edvânia Ângela de Souza; LACAZ, Francisco Antonio de Castro;
GOULART, Patrícia Martins. Crise do capital e o desmonte da Previdência Social no
Brasil. Serv. Soc. Soc., São Paulo , n. 130, p. 467-486, dez. 2017 .
MANDEL, E. O capitalismo tardio. São Paulo: Abril Cultural, 1982.
MARCH, J. G. (1994). A primer on decision making: How decisions happen. New
York: The Free Press.
MARSHALL T.H., Cidadania, classe social e status. Rio de Janeiro, Zahar
Editores, 1967. Berta
MELO, Marcos. Emendas parlamentares. In: AVRITZER, Leonardo; ANASTASIA,
Fátima. Reforma política no Brasil. Belo Horizonte: Ed. UFMG, 2006, p. 197-201.
ROBERTS, Bryan R. A dimensão social da cidadania. In: Revista Brasileira de
Ciências Sociais. v.12, n.33, São Paulo, fev. 1997.
SADER, Emir (Org.). Pós-neoliberalismo: as políticas sociais e o Estado
democrático. 8. ed. São Paulo: Paz e Terra, 2008.
SILVA, Ademir Alves da. A reforma da previdência social brasileira: entre o
direito social e o mercado. São Paulo Perspec., São Paulo , v. 18, n. 3, p. 16-32,
set. 2004 .
SIMON, H. A. Administrative behaviour. Free Press: Glencoe, 1945, 1. ed., New
York: Macmillan, 1957.
VERGARA, Sílvia C. Razão e Intuição na Tomada de Decisão: Uma Abordagem
Exploratória. Revista de Administração Pública, Rio de Janeiro: 25(3):120-38,
jul./set. 1991.

Downloads

Publicado

2020-03-23

Como Citar

Bessa Oliveira, J. B. O. (2020). PROCESSO DECISÓRIO EM POLÍTICAS PÚBLICAS: O CASO DA CONTRA REFORMA DA PREVIDÊNCIA . Revista Serviço Social Em Perspectiva, 2(Especial), 591-601. Recuperado de https://www.periodicos.unimontes.br/index.php/sesoperspectiva/article/view/1481

Edição

Seção

Mesa Coordenada Temática - Governo Temer e o Desmanche das políticas públicas