O MITO DA HIPERSEXUALIZAÇÃO DA MULHER NEGRA

Autores

  • CLAUDILANE SOARES OLIVEIRA
  • MARIA GABRIELA SOARES DOS SANTOS RUAS

Resumo

Nesta sumula pretende-se discorrer sobre o impacto da hipersexualização da mulher negra e como contribuir para a disseminação do racismo e decorrentes formas de preconceito. Ainda existem grupos que defendem que o racismo não existe, contudo não é o que presenciamos constantemente, principalmente quando se tratando da violência sofrida por mulheres. A violência direcionada à mulher consiste em todo ato de violência de gênero que resulte em qualquer ação física, sexual, psicológica, patrimonial ou moral, incluindo a ameaça. Objetiva-se então discutir acerca do racismo, violência e o mito da hipersexualização da mulher negra, sofrida desde os primórdios.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2020-03-17

Como Citar

SOARES OLIVEIRA, C., & SOARES DOS SANTOS RUAS, M. G. (2020). O MITO DA HIPERSEXUALIZAÇÃO DA MULHER NEGRA. Revista Serviço Social Em Perspectiva, 2(Especial), 88-97. Recuperado de https://www.periodicos.unimontes.br/index.php/sesoperspectiva/article/view/1076

Edição

Seção

Comunicação Oral - Gênero, Raça, Geração e Etnia