REVISTA NORTE MINEIRA
DE ENFERMAGEM
ISSN: 2317-3092
Recebido em:
25/10/2022
Aprovado em:
25/11/2022
Como citar este artigo
Santos GG, Andrade LH, Sordi MAP, Silva ALC,
Gomes-
Sponholz, Nunes HRC, Parada CMGL.
Hospitalização
em unidade de terapia intensiva
por COVID-
19 em gestantes pretas: estudo
brasileiro de base populacional. Rev Nor
te
Mineira de enferm. 2022;11(2):1-10.
Autor correspondente
Gustavo Gonçalves dos Santos1
gustavo.goncalves-santos@unesp.br
ARTIGO ORIGINAL
HOSPITALIZAÇÃO EM UNIDADE DE TERAPIA INTENSIVA POR
COVID-19 EM GESTANTES PRETAS: ESTUDO BRASILEIRO DE BASE
POPULACIONAL
Intensive care unit hospitalization for COVID-19 in black pregnant
women: a brazilian population-based study
1
, Luis Henrique de Andrade
2a
, Mônica Aparecida de Paula de Sordi
2b
,
Anderson Lima Cordeiro da Silva3, Flávia Azevedo Gomes-Sponholz4, Hélio Rubens de Carvalho
Nunes5, Cristina Maria Garcia de Lima Parada6
1. Enfermeiro Obstétrico. Programa de Pós-graduação em Saúde Coletiva da Faculdade de Medicina
de Botucatu da Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho”. Doutorando do Programa
de Pós-graduação em Enfermagem em Saúde Pública da Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto
da Universidade de São Paulo,São Paulo-SP BR. gustavo.goncalves-santos@unesp.br /
ggsantos@usp.br, ORCID: 0000-0003-1615-7646
2. Enfermeiro Obstétrico. Programa de Pós-graduação em Enfermagem da Faculdade de Medicina
de Botucatu da Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho”,São Paulo-
SP,BR.lh.andrade@unesp.br, ORCID: 0000-0003-2982-5252
3. Administradora Hospitalar. Programa de Pós-graduação em Enfermagem da Faculdade de
Medicina de Botucatu da Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho”, São Paulo-SP,
BR. monica.paula@unesp.br, ORCID: 0000-0003-3621-3414
4. Enfermeiro. Mestrando do Programa de Pós-graduação em Enfermagem em Saúde Pública da
Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo, São Paulo-
SP,BR.andersoncordeiro@usp.br, ORCID: 0000-0001-6777-0622
5. Enfermeira Obstétrica e PhD. Professora Associada do Departamento Enfermagem Materno-
Infantil e Saúde Pública e do Programa de Pós-graduação em Enfermagem em Saúde Pública da
Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo,São Paulo-SP,
BR.flagomes@usp.br, ORCID:0000-0003-1540-0659
6. Estatístico e PhD. Professor Programa de Pós-graduação em Enfermagem da Faculdade de
Medicina de Botucatu da Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho”,São Paulo-SP ,
BR. hrcn@outlook.com.br, ORCID:0000-0002-7806-1386
7. Enfermeira Obstétrica e PhD. Professora Titular do Departamento de Enfermagem e do Programa
de Pós-graduação em Enfermagem da Faculdade de Medicina de Botucatu da Universidade
Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho”,São Paulo-SP,BR. cristina.parada@unesp.br, ORCID:
0000-0002-9597-3635
DOI: https://doi.org/10.46551/rnm23173092202200201
Objetivo: identificar se grávidas pretas COVID-19 possuem maior necessidade de
internação/hospitalização em Unidade de Terapia Intensiva (UTI). Método: trata-se de
um estudo transversal, descritivo, exploratório do tipo de base populacional baseado
em dados do Sistema de Vigilância Epidemiológica da Gripe (SIVEP-Gripe), coleta de
dados dividida entre agosto de 2020 e fevereiro de 2021. As variáveis de resultado
foram: admissão e internação/hospitalização em UTI. Foi realizada análise descritiva,
análise bivariada pelo teste qui-quadrado, na análise final, as associações foram
consideradas estatisticamente significativas se p<0,05. Resultados: não houve
associação fortemente entre a cor da pele e a necessidade de internação/hospitalização
na UTI. Conclusão: os resultados, todavia fornecem subsídios aos profissionais de saúde