Voltar aos Detalhes do Artigo NOTA EDITORIAL/ Edição 2019, v. 17, n. 2 (jul./dez.)