A importância da interpretação textual nas aulas de língua portuguesa

Ciro Carlos Antunes, Adelaine Pauline Gomes da Silva, Florice José Pires Marques, José Inácio Inácio

Resumo

O presente artigo pretende demonstrar a importância da interpretação textual nas aulas de língua portuguesa, uma vez que, esse elemento textual é importante para a compreensão do texto, como consequência melhora na escrita e desenvolvimento do hábito de leitura. O método é de cunho bibliográfico e a pesquisa traz em seu corpus autores que sugerem e apresentam diferentes visões sobre a interpretação, que se corrobora fazer parte do que o aluno precisa apreender em complemento a grade curricular de cada ano de escolaridade. Reconhecendo e abordando as questões que envolvem a interpretação textual, consideramos importante o empenho e participação do aluno nas aulas teórico-práticas. Sobre esse cerne, atribui-se ao professor o caráter e responsabilidade por impor as mediações eficazes nas aulas e aprendizados nesse sentido, desenvolver o cognitivo dos alunos. O professor mediador deve utilizar todos os recursos didático-pedagógicos para ampliar e incentivar o hábito de leitura, desse modo, ele auxiliará o leitor discente ainda imaturo nessa interpretação abrangente, no que se refere ao texto. Sendo assim, é preciso que o professor motive, inove e faça uso da leitura oral frequentemente, para que o aluno assimile as sequencias leitora mesmo dentro de uma complexidade textual.

Palavras-chave

Interpretação; Aluno; Sala de aula.

Texto completo:

Visualizar PDF

Referências

ALBUQUERQUE, Sandra. A diferença entre compreensão e interpretação de textos. Disponível: Acesso em: 21 de Junho, 2016 às 10h13min.

ANTUNES, C. C. O ensino de língua portuguesa pelo coordenador pegadagógico: a mediação de leitura em aula para o aluno em reforço escolar. In.: Verbum. Cadernos de pós-graduação. Nº. 4. São Paulo: PUC-SP. p. 94-104. 2013.

AQUINO, Adair Francisco; PIMENTA, Mirian Carla Longo. Leitura e interpretação de texto. Disponível em: Acesso em: 04 de Junho, 2016 às 13h43min.

BULGRAEN, Vanessa Cristina. O Papel Do Professor e Sua Mediação Nos Processos De Elaboração do Conhecimento. Revista Conteúdo, Capivari, v.1, n.4, ago./dez.2010 – ISSN 1807-9539. Disponível em: Acesso em 05 de Junho, 2016 às 12h34min.

LEFFA, Vilson. Interpretar não é compreender: um estudo preliminar sobre a interpretação de texto. Universidade Católica de Pelotas. Disponível em: Acesso em 05 junho,2016 às 15h21min.

KILIAN, Carina; FLÔRES, Onici Claro. Leitura, interpretação e compreensão: uma visão pragmática. Disponível em Acesso em 04 de Junho, 2016 às 12h35min.

KLEIMAN, Angela. Oficina de leitura: teoria e prática. 9° ed. São Paulo: Pontes, 2002.

MARSKAUKA JUNIOR, victor. MARSKAUKA, victor. Qualidade da criatividade. 3ª ed. São Paulo: DVS Editora, 2003. Vol. 1.

PETIT, Michèle. Os jovens e a leitura. Uma nova perspectiva. São Paulo: Editora 34, 2008.

SANTOS, Hiliana Alves. SILVEIRA, Soraya Pedrosa B. B. A importância da utilização do texto e a articulação entre as áreas de conhecimento. Disponível em: Acesso em 12 de Outubro de 2016 às 20h45min.

SILVA, Camila Farias da Silva. A importância da leitura para o desenvolvimento da compreensão textual: imprescindível ou mera coincidência. X Salão de Iniciação Científica – PUCRS, 2009. Disponível em:

SERRA, D. E. Leitura: quem começa não para mais. Disponível em: Acesso em: 19 outubro, 2016 às 13h58min.

SOUZA, Daniela Farias. O Processo de Leitura e Interpretação nas Aulas de Língua Portuguesa À Luz da Análise do Discurso. OUX, Revista acadêmica de letras Português, Universidade Federal de Santa Catarina. Disponível em Acesso em 19 junho, 2016 às 16h 23min.

PEREIRA, Cleibiane Aguiar. A Importância da Leitura no Ensino Médio para a Formação de Alunos Críticos. Disponível em Acesso em 01 novembro,2016 às 20h 30min.

Facebook

Visualizações do PDF:

134 views


Visualizações do Resumo:

458 views

Apontamentos

  • Não há apontamentos.