A EDUCAÇÃO DO CAMPO SUBMISSA AO CONTEXTO URBANO: A IMPORTÂNCIA DE UM NOVO MODELO EDUCACIONAL COMO INSTRUMENTO DE CONSTRUÇÃO DA SUSTENTABILIDADE

Ludimila de Miranda Rodrigues Silva, Vagner Luciano de Andrade

Resumo

A valorização da natureza e da essência rural é considerada pela
sociedade atual como uma paralisia econômica e como empecilho ao
desenvolvimento tecnológico, desconsiderando toda uma dinâmica
construída historicamente pela sociedade, pautada na necessidade de
equilibrar as relações homem/natureza, através do crescimento
econômico aliado à preservação ambiental e à eqüidade social. Neste
sentido a educação, tem o caráter de intervenção estratégica, responsável
por transformações sociais, sendo um relevante instrumento pelo qual a
questão ambiental pode ser definitivamente incluída na percepção das
pessoas e das comunidades, tanto urbanas quanto rurais, contribuindo
decisivamente para a construção de um futuro verdadeiramente
sustentável. Mas não é essa a realidade da educação brasileira, onde no
campo, se reproduz os padrões educacionais, tipicamente urbanos e as
ideologias capitalistas dominantes, descaracterizando e desvalorizando a
cultura camponesa. A construção de um novo projeto educacional,
voltado à realidade e às especificidades do contexto rural, se faz
urgentemente necessário, visando preencher uma lacuna histórica
existente no campo. Nesse sentido, o presente trabalho, objetiva
apresentar brevemente a necessidade da educação rural, como
mecanismo de construção de perspectivas sustentáveis no campo.
Utilizando como metodologia revisão bibliográfica. Para isso deve-se
buscar a essência dos elementos educacionais e demais utopias
construídas ao longo da história humana, objetivando promoção de
justiça social, proteção ambiental, qualidade de vida e dignidade
humana. Esse novo projeto educacional deve voltar-se à promoção da
qualidade de vida e sustentabilidade agrária, bem como ser um
mecanismo de reconhecimento de potencialidades rurais e de fixação do
pequeno agricultor e sua família.

Texto completo:

PDF
Facebook

Visualizações do PDF:

7 views


Visualizações do Resumo:

53 views

Apontamentos

  • Não há apontamentos.