A dinâmica espacial da economia brasileira nos anos 2010 a 2015
The spatial dynamics of brazilian economy in the years 2010 to 2015
La dinámica espacial de la economía brasileña en los años 2010 a 2015

Camila Vito Silva de Lima, Hamilton Matos Cardoso Júnior, Divina Aparecida Leonel Lunas

Resumo

Este artigo visa apresentar um comparativo entre a distribuição espacial das atividades econômicas entre as Mesorregiões e Unidades da Federação brasileiras verificados por Ablas e Fava (1985) para a década de 1980 com os resultados divulgados pelos órgãos nacionais competentes para os anos de 2010 a 2015 e identificar seus níveis de concentração, baseando-se em dados sobre migração interna, geração de riqueza nos três setores da economia e volume de comércio interno e externo em 2013. A análise das informações indica que a atividade econômica das Mesorregiões e Unidades da Federação do Brasil continua centralizada no eixo Sudeste-Sul, contudo apresenta tendência de queda ao longo do período estudado. Assim, conclui-se que a economia brasileira permanece espacialmente concentrada até os dias atuais.

Palavras-chave

Brasil, Mesorregiões e Unidades da Federação; distribuição espacial; atividades econômicas.

Texto completo:

Visualizar PDF

Referências

ABLAS, L. A. Q.; FAVA, V. L. A dinâmica espacial do desenvolvimento brasileiro no período recente. In: ________. Dinâmica espacial do desenvolvimento brasileiro. v. 2. São Paulo: Instituto de Pesquisas Econômicas, 1985. p. 53-142.

BACEN. Banco Central do Brasil. Taxas de câmbio. Disponível em: < http://www4.bcb.gov.br/pec/taxas/port/ptaxnpesq.asp?id=txcotacao>. Acesso em 14 jul. 2016.

CEPEA. Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada. Indicadores de preços. Disponível em: . Acesso em 14 jul. 2016.

CONFAZ. Conselho Nacional de Política Fazendária. Boletim do ICMS. Disponível em: . Acesso em 17 jul. 2016.

COSTA, D. O. N.; FUNARI, A. P.; MATTOS, L. O. Evidências da desindustrialização no Brasil e no estado de São Paulo entre 1989 e 2010. In: SEMINÁRIO INTERNACIONAL SOBRE DESENVOLVIMENTO REGIONAL. 6., 2013. Santa Cruz do Sul: Anais do VI Seminário Internacional sobre Desenvolvimento Regional. Santa Cruz do Sul: UNISC, 2013, p. 1-23. Disponível em: . Acesso em 18 jul. 2016.

IBGE. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Banco de dados agregados. Disponível em: . Acesso em 28 jun. 2016.

OLIVEIRA, K. F.; JANNUZZI, P. M. Motivos para migração no Brasil e retorno ao nordeste: padrões etários, por sexo e origem/destino. São Paulo Perspec., São Paulo, v. 19, n. 4, p. 134-143, dez. 2005. Disponível em: . Acesso em 22 jul. 2016.

RFB. Receita Federal do Brasil. Estudo sobre a balança das operações interestaduais. Brasília: RFB, 2015. Disponível em: . Acesso em 6 jul. 2016.

SECEX. Secretaria de Comércio Exterior. Estatísticas de comércio exterior. Disponível em: . Acesso em 13 jul. 2016.

Facebook

Visualizações do PDF:

72 views


Visualizações do Resumo:

102 views

Apontamentos

  • Não há apontamentos.