Desilusão Política, Crise dos Grandes Partidos e Ascensão de Novas Organizações Político-partidárias na Europa Central Pós 1989

Flávio Rodrigues Barbosa

Resumo

O presente trabalho aborda a atual crise política vivenciada pelos partidos políticos centro-europeus, herdeiros das democratizações de 1989. Nosso foco específico recai sobre a experiência da República Tcheca, país que, entre todas as outras ex-repúblicas do bloco soviético, teve a mais bem-sucedida história de transição política e, até 2010, possuía o sistema partidário mais estável da região. Entre as causas que produziram a crise dos grandes partidos, figuram a precoce relação apática entre cidadãos e seus representantes, a incapacidade dos grandes partidos em atender as principais demandas da população e o envolvimento dos principais partidos políticos com o mais novo e mais extremo fenômeno de corrupção conhecido como Captura do Estado. Com efeito, tem se fomentado o sucesso de novos partidos políticos, muitas vezes classificados como antiestablishment e/ou populistas, que a cada eleição vêm ocupando significativos lugares antes pertencentes aos grandes partidos.

Palavras-chave

Pós-comunismo; Partidos Políticos; Democratização; Corrupção; Captura do Estado.

Texto completo:

Visualizar PDF
Facebook

Visualizações do PDF:

27 views


Visualizações do Resumo:

99 views

Apontamentos

  • Não há apontamentos.