A HETEROGENEIDADE DO CAPITALISMO BRASILEIRO NO INÍCIO DO SÉCULO XXI: UMA ANÁLISE COMPARADA EM ESCALA SUBNACIONAL / THE HETEROGENEITY OF BRAZILIAN CAPITALISM AT THE BEGINNING OF THE 21ST CENTURY: A SUBNATIONAL SCALE COMPARATIVE ANALYSIS

Michel Samaha, José Adelantado

Resumo

O artigo, a partir do enfoque das Variedades de Capitalismo (VoC), testa empiricamente a hipótese de não homogeneidade do sistema de produção brasileiro. Para este fim, a escala de análise eleita foram as unidades federativas. As tipologias desenvolvidas para a América-Latina e, em especial, para o Brasil foram desafiadas por uma análise comparativa que combinou dois pressupostos: a economia brasileira é heterogênea e hierárquica e tem no Estado um propulsor do desenvolvimento e um ator capaz de operar mudanças importantes na economia política nacional. Por meio do auxílio da análise fatorial e de cluster, conclui-se que o Brasil condensa diferentes ordens de práticas econômicas, que não permitem tratá-lo como um tipo único e homogêneo de variedade de capitalismo.

Palavras-chave

Variedade de Capitalismo. Tipologia dos estados brasileiros. Sistema de produção capitalista. Economia Comparada.

Texto completo:

PDF

Visualizações do PDF:

71 views


Visualizações do Resumo:

210 views

Apontamentos

  • Não há apontamentos.